Menu fechado

Hipnoterapia

Hipnose, o que é?

       É um estado profundo de relaxamento onde é afastado e desligado o senso crítico do racional, acessando as informações do subconsciente.

        Hipnose é uma técnica que instala sugestões positivas em sua mente inconsciente. Com as sugestões corretas, é possível alterar: A maneira como você pensa; A maneira como você se sente; A maneira como você se comporta.

        A hipnose pode abordar a raiz do seu problema – não apenas os sintomas – e te ajudar a lidar com eles. E ela faz isso de forma direta, melhor do que qualquer outra forma de terapia.

            A hipnose é um conjunto de elementos específicos e naturais da mente, que produzem diferentes impactos, tanto físicos quanto psíquicos. Esses fenômenos poderão ser induzidos ou auto induzidos através de estímulos provenientes dos cinco sentidos, sejam eles conscientes ou não. Dentre os fenômenos específicos da mente produzidos na hipnose, podemos citar a Regressão de Idade. Esse fenômeno acontece na medida em que o paciente regride para uma idade do passado tendo essa como presente, ou seja, se voltar aos seus 5 anos de idade, ele achará que realmente tem 5 anos. Se nessa época viveu algo traumatizante, o objetivo do terapeuta é fazer o manejo desse fato, buscando uma ressignificação, proporcionando ao paciente novas experiências, ou seja, novas aprendizagens com objetivos de buscar a solução.

            Desta forma, esses elementos produzem diferentes impactos tanto físicos como psíquicos. Físicos como no caso da catalepsia que é um enrijecimento de um membro do corpo, ou a anestesia de um local do corpo. Impactos mentais como a amnésia ou hipermnésia. Esses poderão ser induzidos pelo hipnoterapeuta ou autoinduzidos, no caso da autohipnose ou mesmo no treinamento autógeno, que é um autorelaxamento. A indução ocorrerá através de estímulos provenientes dos cinco sentidos, pois qualquer estímulo pode induzir um dos fenômenos hipnóticos, e estes podem se manifestar por qualquer um dos sentidos.

            Nesse alamiré e, para finalizar a definição, disse que esses estímulos podem ser conscientes ou não, isso porque nem sempre o estímulo é percebido, tanto pelo hipnoterapeuta como pelo paciente. As vezes no cotidiano temos uma hipermnésia sobre um passeio que fizemos há alguns anos, porém não identificamos o que desencadeou essa lembrança. Muitas vezes o terapeuta buscará provocar um fenômeno e fará uma comunicação específica para que este ocorra, porém essa comunicação poderá estar levando a um outro fenômeno que era inesperado. Isso porque existem diferentes formas de comunicação, como a direta, indireta, implícita percebida e a implícita não percebida.

Neste sentido, a forma como cada um responde aos estímulos apresentados é diferente, único e individual. Cada problema, doença ou dificuldade aparecerá por motivos diferentes em cada paciente, e por isso a necessidade de um tratamento individual, sem regras e sem padronizar o ser humano, descartando a ideia de enquadrá-lo em técnicas prontas, dando a impressão que todos tem os mesmos problemas pelos mesmos motivos.

          É FUNDAMENTAL que seja conduzida por um hipnólogo (a), porque possui conhecimentos necessários para trabalhar os conteúdos emocionais que aparecerem durante o transe hipnótico.

           No estado Hipnótico, é ultrapassada as fronteiras da lógica, espaço, tempo, possibilitando a identificação da origem dos traumas, insucessos, problemas, compulsões etc.

            O subconsciente, ao mesmo tempo que armazena nossas lembranças mais remotas, também possui uma sabedoria muito além de nossas capacidades cotidianas, e com isso podem surgir soluções criativas para os problemas atuais.

            Através da Hipnose Sugestiva, pode-se condicionar a mente a outras possibilidades para alcançar o sucesso, e essas sugestões podem ser aceitas pela mente subconsciente com o mínimo de interferência da mente racional.

        A hipnose permite que a mente derrube as barreiras conscientes que impedem de atingir informações importantes. Não há o que a Hipnose terapêutica não cure, o que difere é o tempo de cada um, porém com calma, paciência e sobretudo com amor, conseguimos alcançar a cura.

       Não há nenhum risco de não voltar, ou de ficar preso ao estado hipnótico.

Hipnose funciona?

Sim, ela realmente funciona. E não é fraude, truque, nem coisa de gente impressionável. Veja como a hipnose consegue mexer com as estruturas mais profundas da mente humana.

(reportagem da revista super interessante https://super.abril.com.br/ciencia/hipnose-funciona/amp/ Por Fábio Marton e Bruno Garattoni 5 jul 2018, 12h53 – Publicado em 19 fev 2011, 22h00)

WhatsApp chat